November 25, 2013

Sabor a Portugal

Assim que vim para cá viver, achei que ia sentir imensa falta da nossa - tão boa - cozinha portuguesa! A francesinha, o polvo, os croissants sem serem folhados, os bolos típicos de confeitaria, os hamburguer's da roulote da Lili, o caldo verde, a comidinha da mãe.. Tudo se habitua e todos se habituam. O polvo, só consegui comprar uma vez cá, a francesinha só com o molho comercializado nas mercearias portuguesas, felizmente ainda vamos tendo umas quantas, os croissants só encontro folhados, caldo verde.. nunca tentei mas já vi couves no supermercado. Apesar de cá não faltar fast food, não existem os maravilhos hamburguer's da Lili. E por muito bem que tenha aprendido a cozinhar com a minha mãe, há coisas que não saem do mesmo jeito, por muito que se esteja a seguir os ensinamentos.

E uns croquetes? Não deixo de comer um quando entro numa loja Portuguesa e os vejo sorrir para mim! Isso e uma nata.. e uma empada de atum.. ou frango! Ou uma bola de berilm! De qualquer forma, nunca tem aquele sabor.

Assim sendo, às vezes lá vou eu fazer uma tarte de nata. Já que não se pode ter uma das pequenas sempre que apetece, faz-se uma das grandes que assim a vontade de comer novamente vem mais tarde!







Não há comida como a nossa! Acreditem!

Boa semana.

3 comments:

  1. Hmmm tem bom aspecto :)
    acreditas q sinto falta mas consigo passar bem sem, melhor do q eu estava a espera :) tera sido por ter crescido numa casa onde o cheiro a caril se fazia sentir quase tds os dias?... hmmm e nem vou mt a bola com esse condimento, mas nao sei... aqui sinto me em casa :) apesar de tudo, sinto me mesmo bem :) e sobre as comidinhas tugas, saem sempre a jeito mas isso e da experiencia e do habito... ha dez anos atras tb eu pensava q nao ia conseguir sobreviver sem a comida da minha mae... mas acredita q a independencia so me fez bem :) ha uma altura na vida q temos mesmo de criar a nossa familia, faz parte como diz a minha mae :) e pra nosso bem :)
    ah e verdade ja vi em varios supermercados couve para caldo verde ;)
    E sim tens razao nao ha comida como a nossa mas prefiro os croissants folhados, quando tenho vontade de comer os nossos faco em casa ;)
    Boa semana :)

    ReplyDelete
  2. Eu sinto me bem aqui também. No entanto, discordo da tua opinião. Acho que nunca conseguimos reproduzir a comida que a nossa mãe nos habituou. Sei cozinhar bem, ainda assim, comida da mãe é sempre especial. Quanto à independência, saí da zona de conforto com 23anos,à procura do meu futuro e cá estou eu. Acho que não é o ser independente que nos faz melhores cozinheiros ;)

    ReplyDelete
  3. Claro q nao, eu nao disse isso, e a pratica q nos faz melhores cozinheiros, cm as nossas maes tb o foram, cm a minha sempre me disse, ninguem nasce ensinado, e com a pratica vamos chegando a perfeicao, mas tudo demora o seu tempo, cm tudo ;)

    ReplyDelete