June 15, 2015

A change of seasons

Sempre trabalhei em lojas. Quando vim viver para Londres, consegui trabalho na Primark assim que tive a entrevista. Ao fim de algum tempo, cansou o facto de querer mais que ser só sales assistant. Já era demasiado tempo a fazer o mesmo. Queria mais. Então comecei a ver outras coisas e candidatei-me para supervisora numa loja de roupa formal masculina e de aluguer de fatos para ocasiões. Fiquei com o cargo de manager desta secção. Estive nesta loja desde que abriu e aprendi coisas que se não tivesse saído da Primark nunca tinha aprendido. O tipo de cliente é outro, o inglês já é outro nível, há que fazer telefonemas, medir crianças e homens, encomendar-lhes a roupa e garantir que está tudo bem para o dia do casamento. Ou para a festa black tie do emprego, ou para as prom, ou para ir ver a rainha! Sem dúvida que lidei com coisas que nunca pensei e, mais que isso, deram-me a oportunidade de ser manager quando eu me candidatava a supervisora. Comecei a ficar cansada de lojas, não do que eu fazia no que chamamos Hire (aluguer), mas sim de retail em geral. Decidi que havia de experimentar candidatar-me a um banco. Andava eu a ver ofertas de emprego nos bancos da zona e candidatei-me ao único que tinha uma oferta que gostei. Fiz 5 entrevistas. Fiquei com o trabalho! E devem estar a perguntar: como é que se muda de uma loja para um banco? E eu nunca trabalhei em bancos. Bem, este banco valoriza muito o atendimento ao cliente. E atendimento ao cliente é daquelas coisas que quem trabalha numa loja entende. Mas não chega! O facto de eu mexer em dinheiro diariamente: abrir a fechar caixa na loja, depositá-lo, lidar diariamente com cliente cara-a-cara (o serviço ao cliente numa loja como a que eu trabalhava é muito virado para o cliente, acompanhá-lo e sugerir o que é melhor, fazer o nó da gravata, colocar os alfinetes se o fato precisar ser alterado, etc) e bastante importante também: a personalidade. Neste banco não estão à procura de alguém que saiba tudo mas que não tem feitio para lidar com clientes. Diz-se que as skills ensinam-se, o feitio não.

E ontem foi o meu último dia de trabalho na loja. O store manager, que para mim é alguém a quem tenho muito a agradecer, no sábado chamou-me e ofereceu-me a posição de Assistant Manager. O assistant manager actual deve sair daqui a uns meses. Não pude aceitar. O que lhe expliquei foi que tenho que tentar o banco, tenho que ver como é. Depois de todas as entrevistas, seria ridículo não agarrar esta oportunidade.




A quem está a viver em Londres, e não só, se realmente querem algo tentem! Se são bons no que fazem, a vossa oportunidade há-de surgir! Sem dúvida que para quem está em Portugal é mais difícil, não só porque há falta destas oportunidades mas também porque, se em Portugal me estivesse a candidatar para um banco tinha que ser licenciada em economia, engenharia, contabilidade, e sabe-se lá mais o quê. Não pode ser assim. Há que olhar além dos nomes dos cursos que as pessoas têm.E ainda bem que aqui funciona um bocadinho diferente! Desejem-me boa sorte!



E o passatempo ainda está a decorrer, não se esqueçam de participar! Façam like na página do facebook Bittersweet London, sigam este blog (é só clicar ali no lado direito onde já se encontram outros seguidores) e partilhem a foto do passatempo no vosso facebook mencionando um amigo nos comentários! (se quiserem, comentem neste post que vão participar)!


Boa semana!

16 comments:

  1. Parabéns! Excelentes notícias! Infelizmente como dizes, aqui a mentalidade é outra, bem mais exígua. Aqui, antes das competências pessoais e humanas, vêm demasiadas coisas, algumas bem ridículas como por exemplo não podes ter tatuagens, não podes usar ténis, etc etc etc., como se isso tivesse algo que ver com profissionalismo e rigor! Enfim... espero que seja à tua medida! :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigadooooooooo :D Estou super contente! É pena que em Portugal ainda tenha que ser assim. E depois são todos sr.doutores e sr.engenheiros e etc! Só vaidade! E custa-me falar assim do meu país! Temos que melhorar nisso!

      Delete
    2. Hey Alexandra, I like your post a lot! Thanks for commenting my post: http://sharpgent.com/3-gadgets-every-man-should-own/

      - The Sharp Gent (www.sharpgent.com)

      Delete
  2. Bem, que maravilha do novidades! PARABÉNS Alexandra, muito bem :)

    Desejo-te todo o sucesso possível e imaginário, espero que (claro que vai correr) corra muito muito bem.

    Por cá as oportunidades são menos e muito complicadas, a mim, por exemplo já me negaram um trabalho após 3 entrevistas, e depois de me dizerem que ficava com o cargo, porque "você já tem mais de 30 anos, nos queremos alguém até aos 30 anos". Eu tinha 31 anos feitos há dois meses e só era o emprego que sempre sonhei, é a vida.

    Qualquer dia vou até Londres procurar uma oportunidade por aí, começo-me a cansar deste país, e sou uma pessoa paciente!

    Já te dei os PARABÉNS pela mudança profissional?! :) PARABÉNS :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Em Portugal tudo é desculpa para não empregar! Hei-de falar mais sobre esta experiência, o processo de saída de um trabalho e entrada no outro e vais ver que ainda há mais pontos positivos a favor de Inglaterra!

      OBRIGADOOOOOOOOOOOOO :D

      és um simpático! :D

      Delete
  3. Que bom! Boa sorte para novo trabalho. Vou passando por aqui para saber novidades! ;)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado! Fico a espera das visitas então ;)

      Delete
  4. Fico à espera dessas informações ;)

    Eu vou passando sempre por aqui :)

    ReplyDelete
  5. Replies
    1. Obrigado! ;) Nem sabia que tinhas um blog também!

      Beijinhos

      Delete
  6. eu despedi-me na semana passada, exatamente por isso! Porque queria procurar outra coisa! Estive 3 anos no mesmo, preciso de mudar, nem que seja de ambiente! :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Boa! Temos que procurar o melhor e quando ainda os podemos dar ao "luxo" de despedir e encontrar emprego melhor, é uma oportunidade que não deve escapar! Parabéns Ana! E obrigado pelo comentário ;)

      Delete
  7. Amei o teu post, sinceramente! Sinto-me mesmo como tu, eu nunca pensei ir tão além :) Mas estou mega feliz por ter conseguido uma posição na Air France. agora é sempre a subir, como dizem os meus pais.

    Um beijinho
    Ana, A Policromia
    A Policromia no Facebook

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado Ana! :D

      E PARABEEEEEEEEEEEEEEEEENS! eu sempre quis fazer muito desde que cá cheguei e acho que é isso o que faz com que as oportunidades apareçam e depois é dar o que temos e andar para a frente :D

      Beijinhos

      Delete